ISSN 1677-0471 versão impressa
ISSN 2175-3431 versão on-line

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

Sobre nós
Linha editorial e critérios de arbitragem
Submisssão de um manuscrito
Procedimentos da comissão editorial
Direitos autorais
Reprodução de outras publicações
Roteiro de apresentação formal do manuscrito
Partes do manuscrito
Exemplos de citações no corpo de texto
Modelos de referências
Declaração de ética e boas práticas da publicação
Antes de Enviar seu Manuscrito
Endereço para Contato

 

 

Sobre nós

 

Avaliação Psicológica é a revista oficial do Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica (IBAP), com publicação quadrimestral. Trata-se de um veículo de divulgação da produção científica ibero-americana na área de a valiação psicológica . Publica trabalhos originais, preferencialmente relatos de pesquisa, mas também artigos teóricos e de revisão da literatura, notas técnicas e resenhas de livros importantes na área e notícias. Artigos podem ser submetidos em português, inglês ou espanhol. O processo editorial envolve revisão cega por pares e, exceto no caso de números ou seções temáticas, a publicação de artigos se dá por ordem cronológica de aceitação final. Resumos, abstracts e sumários podem ser divulgados livremente por serviços de indexação mediante comunicação ao Editor.

 

 

 

Linha editorial e critérios de arbitragem

 

A Revista Avaliação Psicológica é uma publicação quadrimestral de trabalhos originais: relatos de pesquisas, estudos teóricos, revisões críticas da literatura, notas técnicas, resenhas e notícias na área de Avaliação Psicológica.

Seu objetivo é divulgar os avanços da teoria, pesquisa e prática na área da avaliação em Psicologia, Educação, Aconselhamento, Comportamento Organizacional, Recursos Humanos e outras disciplinas relacionadas. O processo editorial visa a apresentar à comunidade científica um texto que reflita uma contribuição significativa, inédita, original e atualizada.

As Normas de Publicação da revista se baseiam no Publication Manual of the American Psychological Association – APA (2010, 6ª edição), no que diz respeito ao estilo de apresentação do manuscrito e aos aspectos éticos inerentes à realização de um trabalho científico.

 

 

 

Submissão de um manuscrito

 

As submissões deverão ser encaminhadas via Sistema Scielo Submission (http://submission-pepsic.scielo.br/index.php/avp). Todos os passos devem ser seguidos, tal como solicitado no sistema. Deve ser inserida uma carta de submissão, fazendo menção à originalidade do texto, que ele não está sendo submetido a nenhuma outra revista nacional ou internacional e passando os direitos autorais à revista Avaliação Psicológica, caso o manuscrito seja aprovado. Quando se tratar de relato de pesquisa, deve estar explícito o seguimento dos procedimentos éticos na coleta dos dados e aprovação do Comitê de ética. A carta deve conter, ainda, o nome de todos os autores, email e as respectivas assinaturas .

 

 

 

Procedimentos da comissão editorial

 

O processo de revisão editorial só terá início se o encaminhamento do manuscrito obedecer às condições anteriores. Caso contrário, será encaminhado email aos autores solicitando a adequação às normas. Trabalhos que estejam de acordo com as normas mencionadas e que sejam considerados como potencialmente publicáveis pela revista Avaliação Psicológica serão encaminhados para consultores ad hoc, especialistas na área e com titulação mínima de doutor. Esses consultores serão escolhidos pelo Editor entre pesquisadores de reconhecida competência na área.

A identidade dos autores e suas afiliações institucionais não serão informadas aos consultores ad hoc, bem como a identidade dos consultores também não será informada aos autores dos manuscritos. Caso um consultor tenha qualquer impedimento de se manifestar sobre algum manuscrito, deverá retorná-lo, imediatamente, ao editor. Os manuscritos serão sempre examinados por dois revisores e caso haja discrepância entre as análises, um terceiro revisor será acionado para que elabore mais um parecer.

Após as análises, a Comissão Editorial rejeita, recomenda alterações ou aceita o manuscrito para publicação. Na ocasião, os autores receberão os pareceres emitidos a respeito de seu artigo, de responsabilidade do Editor e dos editores associados.

A recomendação para publicação associada a sugestões não implica, necessariamente, a aceitação do manuscrito. As sugestões visam, em geral, melhorar a clareza ou a precisão do texto. É importante que os autores entendam que solicitações de modificações em um artigo são comuns e rotineiras em periódicos de alta qualidade.

As sugestões dos consultores têm por objetivo melhorar o trabalho para atender às exigências da comunidade científica e da revista e não devem ser consideradas como críticas pessoais. Os autores de manuscritos recomendados para publicação, mas sujeitos a modificações, deverão reformular seu trabalho, visando a alcançar a aceitação final. Devem, ainda, destacar no texto, com cor de fonte vermelha, as modificações feitas. Todos os manuscritos reformulados devem seguir acompanhados de carta comentando as modificações ou justificando as que por ventura não forem acatadas.

A decisão final sobre a publicação de um manuscrito será sempre da equipe editorial, que apreciará o parecer do revisor e notificará os autores, o mais rapidamente possível, sobre sua decisão, indicando no caso de aprovação a data prevista, o volume e o número da revista no qual o artigo será publicado.

Durante o processo de editoração gráfica da revista, a equipe editorial reserva-se o direito de fazer pequenas modificações no texto dos autores, para dar agilidade ao processo de publicação. Antes de enviar o manuscrito para impressão final, será enviada uma prova em PDF para a última revisão dos autores. Caso os autores não a devolvam, indicando correções, o manuscrito será publicado conforme a prova.

 

 

 

Direitos autorais

  A Revista Avaliação Psicológica possui os direitos autorais de todos os artigos publicados por ela. A reprodução total dos artigos da Revista em outras publicações, ou para qualquer outro fim, por quaisquer meios, requer autorização por escrito do Editor. Reproduções parciais de artigos (resumo, abstract, resumen, mais de 500 palavras de texto, Tabelas, Figuras e outras ilustrações) deverão ter permissão por escrito do Editor e dos autores. Os autores concordam com a divulgação do resumo, abstract ou resumen por serviços de indexação e similares, a critério da Revista.  

 

 

Reprodução de outras publicações

  Citações (com mais de 500 palavras), reprodução de uma ou mais Figuras, Tabelas ou outras ilustrações devem ter permissão escrita do detentor dos direitos autorais do trabalho original para a reprodução especificada em Avaliação Psicológica. A permissão deve ser endereçada ao autor do trabalho submetido. Os direitos obtidos secundariamente não serão repassados em nenhuma circunstância.  

 

 

Roteiro de apresentação formal do manuscrito

 

Os manuscritos de relatos de pesquisa, teóricos ou de revisão devem ter no mínimo 18 e no máximo 25 páginas, em espaço duplo, com fonte Times New Roman 12, incluindo folhas de rosto, Figuras, Tabelas e Referências. Notas técnicas devem ter no mínimo 5 e no máximo 8 páginas, assim como as resenhas. O manuscrito deve ser enviado em único arquivo em Word.

 

 

 

Partes do manuscrito

 

1 Folha de Rosto Identificada

Título em Português, em Inglês e em Espanhol (máximo de 12 palavras). O título deve ser pertinente, claro e pode ser criativo. Deve informar ao leitor o objetivo do artigo. Não deve incluir nomes de cidades, países, ou outras informações geográficas.

Título abreviado na língua principal do manuscrito (máximo 8 palavras).

Nome de cada um dos autores.

Afiliação institucional de cada um dos autores (incluir apenas o nome da universidade e a cidade).

Nota de rodapé com endereço completo de um dos autores para correspondência com o editor (incluir CEP, fone e e-mail).

Nota de rodapé com agradecimentos dos autores e informação sobre apoio institucional ao projeto e/ou financiamento.

ATENÇÃO: Como a revisão dos manuscritos é às cegas quanto à identidade dos autores, a Folha de Rosto Identificada deve ser a única página do manuscrito com o nome e os endereços dos autores. É responsabilidade dos autores verificar que não haja elementos capazes de identificá-los em qualquer outra parte do artigo. A Folha de Rosto Identificada, obviamente, não será encaminhada aos Consultores ad hoc. Avaliação Psicológica não se responsabiliza por procedimentos dos autores que não respeitem essa norma.

2 Folha de Rosto sem Identificação

Título completo em Português, em Inglês e em Espanhol.

Título abreviado na língua principal do manuscrito.

3 Resumo

Resumo em Português, com 100 a 150 palavras. No caso de relatos de pesquisas, o resumo deve apresentar brevemente os objetivos, método, resultados e discussão do estudo. O resumo não precisa, necessariamente, incluir informações sobre a literatura da área e não devem ser incluídas referências. O objetivo deve ser claro, informando, se apropriado, qual o problema e as hipóteses do estudo. Apenas os resultados mais importantes e que respondem aos objetivos da pesquisa devem ser mencionados no resumo.

Palavras-chave em português (no mínimo 3 e no máximo 5, em letras minúsculas e separadas com ponto e vírgula). Para utilizar descritores mais adequados, consulte o Thesaurus da APA, facilitando assim a futura indexação de seu trabalho.

Abstract em Inglês e Resumen em Espanhol, que devem ser mais do que a tradução do Resumo. Avaliação Psicológica tem como procedimento padrão fazer a revisão final de Abstract e Resumen, reservando-se o direito de corrigi-lo, se necessário. No entanto, recomenda que os autores solicitem a um colega bilíngue que revise tanto o Abstract quanto o Resumen, antes de submeterem o manuscrito. Esse é um item muito importante de seu trabalho, pois será disponibilizado em todos os indexadores da revista.

Keywords (tradução das palavras-chave em inglês);

Palabras clave (tradução das palavras-chave em espanhol).

4 Corpo do Texto

Essa parte do manuscrito deve começar em uma nova página. Não é necessário colocar o título do manuscrito nessa página. Não inicie uma nova página a cada subtítulo. Separe-os usando uma linha em branco. Quando o manuscrito for um relato de pesquisa, o texto deverá apresentar as páginas de Rosto e Resumos, Introdução, Método, Resultados, Discussão e Referências. Esses subtítulos devem aparecer centrados no texto, com apenas a primeira letra escrita em maiúscula, antecedidos e seguidos por uma linha em branco.

As palavras Figuras e Tabelas, que aparecerem no texto, devem, sempre, ser escritas com a primeira letra maiúscula e devem vir acompanhadas do número respectivo ao qual se referem. Expressões como "a Tabela acima"; ou "a Figura abaixo" não devem ser utilizadas porque, no processo de editoração, sua localização pode ser alterada. As Normas não incluem a denominação Quadros ou Gráficos, apenas Tabelas e Figuras. Os manuscritos nas demais categorias editoriais deverão apresentar títulos e subtítulos de acordo com o caso.

Em caso de resenhas e notas técnicas, deve-se observar um máximo de 8 páginas, em espaço duplo, com fonte Times New Roman 12. O autor deverá atribuir um título próprio, diferente da obra apresentada no texto. Referências diferentes da própria obra apresentada, Tabelas e Figuras só serão aceitas se devidamente justificadas, sendo que cabe ao Editor aceitá-las ou não.

5 Lista de Referencias

Inicie uma nova página para a seção de Referências. Utilize espaço duplo nessa seção e não deixe um espaço extra entre citações. As referências devem ser citadas em ordem alfabética, pelo sobrenome dos autores. Para referir múltiplos estudos do mesmo autor, utilize ordem cronológica. Ao coincidir autor e data, utilizar a primeira letra do título para listar as referências em ordem alfabética. Nomes de autores não devem ser substituídos por travessões ou traços.

Cada uma das Referências deve aparecer como um novo parágrafo, deixando cinco espaços da margem esquerda na primeira linha (use o tabulador). Revise as normas da revista antes de preparar suas referências para obedecer a todos os critérios. Não use o comando negrito nessa seção.

6 Apêndices

Os apêndicess devem ser apresentados em uma nova página, após as referências. Os anexos devem ser indicados no texto e apresentados no final do manuscrito, identificados pelas letras do alfabeto, maiúsculas (A, B, C e assim por diante), e intitulados adequadamente. Somente utilize apêndices se isto for realmente imprescindível para a compreensão do texto.

7 Figuras e Tabelas

Não produza Figuras gráficas com cores ou padrões rebuscados que possam ser confundidos entre si, quando da editoração da revista. Os títulos das Tabelas devem ser colocados no alto das mesmas e devem indicar seu conteúdo, em até 15 palavras.

Os títulos das Figuras devem ser apresentados abaixo das mesmas, sempre em letra minúscula. Lembre que as normas não incluem a denominação Quadros ou Gráficos, apenas Tabelas e Figuras. Nas tabelas e no texto, ao informar resultados e análises, evite o uso de mais de duas casas decimais. Lembre-se que o uso de tabelas e figuras deve ser restrito ao estritamente necessário.

8 Notas sobre os Autores

Incluir uma breve descrição sobre as atividades atuais dos autores e sobre a sua formação.

 

 

 

Exemplos de citações no corpo de texto

 

Os exemplos abaixo auxiliam na organização de seu manuscrito, mas, certamente, não esgotam as possibilidades de citação em seu trabalho. Utilize o Publication Manual of the American Psychological Association (2010, 6ª ed.) para verificar as normas exigidas para fazer referência a outros veículos de divulgação que não constam na lista abaixo.

Textos com Autoria Múltipla

- Dois autores: cite os dois nomes sempre que o artigo for referido no texto, acompanhado da data do estudo entre parênteses.

- Três a cinco autores: cite todos os autores na primeira referência, seguidos da data do estudo entre parênteses. A partir da segunda referência, utilize o sobrenome do primeiro autor seguido de "et al."; e da data, caso seja a primeira citação no parágrafo.

- Seis ou mais autores: cite apenas o sobrenome do primeiro autor, seguido de "et al." e da data. Porém, na seção de Referências todos os nomes dos autores deverão ser relacionados.

Citação de Obras Antigas e Reeditadas

Autor (data de publicação original/data de publicação consultada).

Citação Secundária

Trata-se da citação de um artigo discutido em outra publicação consultada, sem que o original tenha sido utilizado. Por exemplo: "Piaget (1932, citado por Flavell, 1996)...". Na seção de referências, citar apenas a obra consultada (no caso, Flavell, 1996).

 

 

 

Modelos de referências

 

1 Artigos de periódico

1.1 - artigo impresso

Autor, A. A., Autor, B. B., & Autor, C. C. (Ano). Título do artigo. Título da revista, volume(número), páginas inicial e final do artigo.

Carvalho, R. G. G. (2012). Pessoas versus coisas: sobre as diferenças de gênero nos interesses profissionais. Revista Brasileira de Orientação Profissional, 13, 173-182.

1.2 - artigo eletrônico com DOI

Autor, A. A., Autor, B. B., & Autor, C. C. (Ano). Título do artigo. Título da revista, volume(número), páginas inicial e final do artigo. doi: xxxxx

Vallacher, R. R., & Wegner, D. M. (1987). What do people think they're doing? Action identification and human behavior. Psychological Review, 94, 3–15. doi: 10.1037/0033-295X.94.1.3

1.3 - artigo eletrônico sem DOI

 Autor, A. A., Autor, B. B., & Autor, C. C. (Ano). Título do artigo. Título da revista, volume(número), páginas inicial e final do artigo. Recuperado de http://xxx

Shimada, M., & Melo-Silva, L. L. (2013). Interesses profissionais e papéis de gênero: Escolhas femininas no BBT-Br. Avaliação Psicológica, 12(2), 243-251. Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04712013000200015&lng=pt&tlng=pt

1.4 - artigo no prelo

Autor, A. A., Autor, B. B., & Autor, C. C. (no prelo). Título do artigo. Título da revista.

Sampaio, M. I. C., & Peixoto, M. L. (no prelo). Periódicos brasileiros de psicologia indexados nas bases de dados LILACS e PsycInfo. Boletim de Psicologia.

1.5 publicação eletrônica antecipada (ahead of print)

Autor, A. A., Autor, B. B., & Autor, C. C. (Ano, dia e mês). Título do artigo. Título da revista. Publicação eletrônica antecipada. doi: xxx

King, N. C. de O., Lima, E. P. de, Costa, S. E. G. da (2014, 25 de fevereiro). Produtividade sistêmica: conceitos e aplicações. Production Journal. Publicação eletrônica antecipada. doi : 10.1590/S0103-65132013005000006

 

2 Livros

2.1 – livro em formato impresso

Autor, A. A., Autor, B. B., & Autor, C. C. (Ano). Título do livro. Cidade, Estado ou País: Editora.

American Psychiatric Association (1994). Manual de diagnóstico e estatística dos distúrbios mentais. 4ª edição (DSM IV). Porto Alegre: Artes Médicas.

2.2 livro impresso com autoria única

Byrne, B. M. (2001). Structural Equation Modeling with AMOS: Basics Concepts, Applications, and Programming. New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates.

2.3 – livro impresso com organizadores como autor

Sabadini, A. A. Z. P., Sampaio, M. I. C., & Koller, S. H. (Orgs.). (2009). Publicar em psicologia: um enfoque para a revista científica. São Paulo, SP: Associação dos Editores Científicos de Psicologia.

2.4 - capítulo de livro

Autor, A. A., Autor, B. B., & Autor, C. C. (Ano). Título do capítulo. Em A. Editor & B. Editor (Eds.), Título do livro (pp. xx-xx). Cidade, Estado/País: Editora.

Costa, E. R.,& Boruchovitch, E. (2006). A Autoeficácia e a motivação para aprender: considerações para o desempenho escolar do aluno. EmR. G. Azzi & S. A. J. Polydoro (Eds.), Autoeficácia em diferentes contextos. (pp.87-109). São Paulo: Alínea.

2.5 - livro traduzido para o português

Bardin, L. (1979). Análise de conteúdo (L. A. Reto & A. Pinheiro, Trad.). São Paulo: Edições 70/Livraria Martins Fontes. (Original publicado em 1977)

 

3 – Trabalhos acadêmicos

3.1 – formato impresso

Autor, A. A. (Ano). Título (Tese de doutorado ou Dissertação de mestrado). Instituição, Local.

Lima, L. B. V. (2012). Depressão infantil, compreensão de leitura e escrita:um estudo com crianças do ensino fundamental (Dissertação de mestrado). Universidade São Francisco, Itatiba S.P.

3.2 – formato eletrônico – disponível em sites institucionais

Autor, A. A. (Ano). Título (Tese de doutorado ou Dissertação de mestrado, Instituição, Local). Recuperado de http://www.xxx

Lima, T. H. (2011). Cloze e escala de avaliação de estratégias de aprendizagem: evidências de validade (Dissertação de mestrado, Universidade São Francisco, Itatiba, S.P.) Recuperado de http://www.usf.edu.br

3.3 - trabalho apresentado em congresso, mas Não-Publicado

Hutz, C. S. (2000, Agosto). Applying Psycological theory to develop effective community based interventions. Trabalho apresentado no Simpósio "Developmental Psychology in Brazil: Research Trends and Applications"; na XVI ISSBD Biennial Meeting. Beijing, China.

3.4 - trabalho apresentado em congresso com resumo publicado em anais

Custódio, E. M. (2000). Avaliação psicológica no contexto da saúde: perspectivas atuais. Em Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (Eds.), Anais, VIII Simpósio de Pesquisa e Intercâmbio Científico (p. 170). Serra Negra, SP: ANPEPP.

3.5 - obra antiga e reeditada em data posterior

Bronfenbrenner, U. (1996). A ecologia do desenvolvimento humano: experimentos naturais e planejados. Porto Alegre: Artes Médicas. (Original publicado em 1979)

 

4 – Podcast

Autor, A., & Autor B. (ano, dia e mês). Título [Audio podcast]. Recuperado de http://www.xxx

 

5 - Web Site ou Homepage

Para citar Web Site ou Homepage na íntegra, incluir o endereço dos mesmos no texto, de preferência entre vírgulas ou parênteses e em itálico. Não é necessário listá-lo nas Referências. Por exemplo: (www.ibap.br).

 

 

 

Declaração de éticas e boas práticas da publicação

 

A revista Avaliação Psicológica está empenhada em manter os mais altos padrões de ética de publicação e toma todas as medidas possíveis contra quaisquer desvios no processo de publicação. Assumimos que os princípios recomendados pelo Committee on Publication Ethics– COPE (http://publicationethics.org/) devem orientar os padrões de comportamento de todas as partes envolvidas no ato de publicação: o autor, os editores da revista e os membros do Conselho Editorial. Para os autores, além das condições incluídas no processo de submissão exige-se:

Questões éticas relacionadas à pesquisa envolvendo seres humanos são de responsabilidade única dos autores

Todos os trabalhos resultantes de pesquisa ou relatos de experiências que envolveram sujeitos humanos terão sua publicação condicionada ao cumprimento dos princípios éticos, que deverão ser claramente descritos no último parágrafo da seção Metodologia do artigo. Deverão indicar se os procedimentos respeitaram o constante na Declaração de Helsinki (1975, revisada em 1983). Os trabalhos de autores brasileiros deverão, ainda, indicar respeito às Resoluções do Conselho Nacional de Saúde n. 196, de 10/10/96 e n. 251, de 07/08/97.

 

RESPONSABILIDADE DOS AUTORES

Os autores de relatos de pesquisa original devem apresentar um relato preciso do trabalho realizado, bem como uma discussão objetiva de seu significado. Os artigos devem conter detalhes suficientes e as referências usadas, para permitir que o trabalho possa ser replicado. Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas são inaceitáveis e constituem comportamento antiético.

Os autores devem garantir que o trabalho é totalmente original e se forem usados trechos ou palavras de outros autores eles deverão ser devidamente citados. Todas as pessoas que fizeram contribuições significativas devem ser listadas como coautores. Deve ser garantido que todos os coautores estão incluídos no artigo, e que todos eles viram e aprovaram a versão final do artigo e concordaram com a submissão à revista para sua publicação.

Erros significativos em trabalhos publicados

Quando um autor descobre um erro significativo ou uma imprecisão em seu próprio trabalho publicado, é sua obrigação informar imediatamente ao editor da revista e cooperar com o editor para que seja feita retratação ou correção do artigo.

 

Outros procedimentos éticos da publicação:

Jogo limpo

O editor e os revisores avaliam os manuscritos por seu conteúdo intelectual, sem levar em conta raça, sexo, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, nacionalidade, ou o pensamento político dos autores.

Confidencialidade

Quaisquer trabalhos recebidos para análise devem ser tratados como documentos confidenciais. Eles não devem ser mostrados ou discutidos com terceiros, exceto quando autorizado pelo editor da revista Avaliação Psicológica.

Padrões de objetividade

Os pareceres dos revisores serão realizados objetivamente. Crítica pessoal ao autor é inadequada. Os árbitros devem expressar as suas opiniões de forma clara, com o apoio de argumentos.

Crédito às fontes

Os revisores devem identificar qualquer trabalho relevante, já publicado, que não tenha sido citado pelos autores. Qualquer afirmação de que uma observação ou argumento já tenha sido publicado deve ser acompanhada pela citação correspondente. O revisor também deve chamar a atenção do editor para qualquer semelhança substancial ou sobreposição entre o manuscrito em questão e qualquer outro artigo publicado de que tenha conhecimento pessoal.

Desvios

Quaisquer desvios das regras acima definidas devem ser informados diretamente para o editor, que está comprometido em fornecer resoluções rápidas para qualquer problema desse tipo.

Correções e Retratação

Quando houver erros em artigos publicados decorrentes de problemas durante o processo editorial, haverá a publicação de uma correção ou errata de parte do trabalho. As correções aparecerão em páginas numeradas e listadas no Sumário. Também, se for detectada falha relativa à honestidade ou integridade do trabalho, tanto submetido como publicado, é responsabilidade do editor levar a questão para ser acompanhada pela instituição onde o trabalho foi realizado ou  pela agência financiadora. Após a decisão final, caso um artigo fraudulento tenha sido publicado, a revista publicará uma retratação. Como uma alternativa à retratação, o editor poderá publicar uma retificação espontânea ou uma nota de preocupação sobre aspectos da conduta ou integridade do trabalho. 

 

 

Antes de Enviar seu Manuscrito

 

Faça uma revisão cuidadosa do texto com relação ao Português e à digitação.

Solicite a um colega bilíngue que revise o Abstract e o Resumen.

Revise cuidadosamente o texto, no que diz respeito às normas de publicação da revista.

Solicite a um colega de área que faça uma apreciação prévia de seu manuscrito para garantir a qualidade e tornar o processo editorial mais ágil. Verifique, então, os itens seguintes.

 

 

 

Endereço para Contato

 

Acácia Aparecida Angeli dos Santos
Revista Avaliação Psicológica
Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Universidade São Francisco
Rua Alexandre Rodrigues Barbosa, 45, Centro – 13251-900, Itatiba, SP.
Fones: + 55 11 4534-8040
E-mail: revista@ibapnet.org.br

 

 

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


© 2006 Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica

R. Alexandre Rodrigues Barbosa, 45 - Centro
13215-900 Itatiba - SP - Brasil
Telefone: +55 11 4534-8040


revista@ibapnet.org.br