SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue1Mental health of housewives: a feminist-phenomenological-existential perspective author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia Clínica

Print version ISSN 0103-5665On-line version ISSN 1980-5438

Abstract

FURTADO, Mariama Augusto  and  SZAPIRO, Ana Maria. Escrita de si e interioridade: deslocamentos na relação com o sofrimento na contemporaneidade. Psicol. clin. [online]. 2018, vol.30, n.1, pp. 15-36. ISSN 0103-5665.  http://dx.doi.org/10.33208/PC1980-5438v0030n01A01.

Diante das transformações em curso no contexto contemporâneo, assistimos à emergência de modos de ser que se distanciam do caráter interiorizado que definia o Homo psychologicus característico da Modernidade. Em meio a um conjunto de deslocamentos, vemos surgir outros modos de ser, de relação consigo mesmo e com o sofrimento. Propomos aqui uma reflexão sobre os efeitos do declínio dessa dimensão de interioridade como questão fundamental para a compreensão das mudanças quanto ao lugar do sofrimento tal como se colocava na modernidade e tal como, a nosso ver, se apresenta na contemporaneidade. Para isso elegemos tomar como dispositivo de análise alguns romances literários, produzidos em diferentes épocas, para buscar examinar as diferentes narrativas sobre a dimensão de interioridade ali presentes. Nessa perspectiva, a pesquisa no campo da literatura pode nos oferecer interessante universo de compreensão sobre os modos de viver hoje em sociedade. Em suma, cabe interrogar: o que resta desse Homo psychologicus e de seus contornos voltados para sua interioridade? De que maneira se dá a relação consigo mesmo nos dias atuais e que lugar confere ao sofrimento?

Keywords : contemporaneidade; interioridade; sofrimento; subjetividade.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License