SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número3A possibilidade clínica do ritmo: uma trajetória com uma criança autista índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Estilos da Clinica

versão On-line ISSN 1981-1624

Resumo

MATA, Greicy Duarte da; CHERER, Evandro de Quadros  e  CHATELARD, Daniela Scheinkman. Prematuridade e constituição subjetiva: considerações sobre atendimentos na unidade de terapia intensiva neonatal. Estilos clin. [online]. 2017, vol.22, n.3, pp. 428-441. ISSN 1981-1624.  http://dx.doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v22i3p428-441.

Todo bebê que nasce necessita do investimento de alguém que suponha nele um sujeito e o situe simbolicamente. Nos contextos de prematuridade, algumas dificuldades podem se fazer presentes, sendo relevante haver intervenções que proporcionem a facilitação desse processo de elaboração das intensas mudanças demandadas pela própria vivência de maternidade e pela internação de longa permanência em unidade de tratamento intensivo neonatal. Este estudo é um relato de experiência que apresenta e discute alguns casos atendidos pelos autores no ambulatório da maternidade de um hospital público situado em Brasília, no qual foi possível um espaço de escuta do discurso social inscrito pelas mães na história de recém-nascidos.

Palavras-chave : Maternidade; mito familiar; prematuridade; constituição subjetiva.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License