SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue2Optimism and social support in women with breast cancer: a systematic reviewEmpowerment and sense of injustice in primary care workers of SUS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: teoria e prática

Print version ISSN 1516-3687

Abstract

NOGUEIRA, Eduardo Bernardes  and  MELLO NETO, Gustavo Adolfo Ramos de. Frida Kahlo: considerações sobre o trauma e a reinvenção do corpo. Psicol. teor. prat. [online]. 2016, vol.18, n.2, pp. 34-45. ISSN 1516-3687.  http://dx.doi.org/10.15348/1980-6906/psicologia.v18n2p34-45.

Este artigo tem como objetivo compreender a relação entre o corpo e o trauma na vida e obra da pintora mexicana Frida Kahlo. Adotamos como objeto de análise, análise psicanalítica, seus autorretratos - mais precisamente A coluna quebrada, de 1944. Do ponto de vista do método, utilizamos a noção de psicanálise extramuros ou extraclínica, que diz respeito a estudos em que o que se analisa não advém diretamente da clínica, mas da cultura. O que, então, se supôs serem traumas de Frida Kahlo foi tratado a partir da ideia de reconstrução do corpo sexual por meio da arte. Um acidente de ônibus aos 18 anos parece ter reativado o trauma da poliomielite, que sofrera aos 6 anos, fazendo retornar à artista o problema de seu corpo frágil. Neste sentido, a arte aparece como modo de lidar com este trauma ao mesmo tempo que simula um corpo, lócus originário da sexualidade.

Keywords : Frida Kahlo; trauma; psicanálise; corpo; arte.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License