SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número1Como Freud falava do que fazia? Uma análise discursiva da conferência XXVIII sobre "A terapia analítica" de 1917Símbolo e relação simbólica em Freud índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Natureza humana

versão impressa ISSN 1517-2430

Resumo

AIRES, Suely. Atos falhos: interpretação e significação. Nat. hum. [online]. 2017, vol.19, n.1, pp. 24-37. ISSN 1517-2430.

No presente artigo, buscaremos discutir alguns aspectos da primeira parte das Conferências introdutórias à psicanálise (1916-1917), dedicada aos atos falhos, de modo a indicar um dado modo de construção e endereçamento de Freud ao ouvinte/leitor. Pretendemos acompanhar o desenrolar argumentativo das palestras e destacar a construção de um procedimento de leitura que necessariamente implica o lugar do intérprete. Nessa direção, destacamos três passos constitutivos da argumentação freudiana: a suposição de uma alteridade, a equivalência entre sentido, significação e intenção e a apresentação de pressupostos teóricos ao longo de seu procedimento de leitura.

Palavras-chave : atos falhos; Freud; psicanálise.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License