SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número55Medidas socioeducativas en un ambiente abierto: notas de una revisión narrativaEl concepto de "lugar de fala": de las posibilidades de delimitación a los riesgos de vaciamiento conceptual índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Compartir


Revista Psicologia Política

versión On-line ISSN 2175-1390

Resumen

FORESTI, Taimara  y  BOUSFIELD, Andréa Barbará da Silva. A compreensão da deficiência a partir das teorias dos modelos médico e social. Rev. psicol. polít. [online]. 2022, vol.22, n.55, pp.654-667. ISSN 2175-1390.

Ao longo da história da humanidade diversos paradigmas influenciaram o modo como a sociedade entendia a deficiência. O presente estudo buscou compreender o fenômeno da deficiência a partir da revisão teórica dos principais modelos de concepção do tema: o modelo médico e o modelo social. O primeiro, apresenta a deficiência como responsabilidade individual, através da ênfase do corpo com lesão ou seu "mau funcionamento", seja ele físico ou intelectual. O segundo, designa que a maior intervenção a ser feita não é ao nível do indivíduo e suas lesões, mas na sociedade que tem dificuldade de abarcar a totalidade das diversidades. A compreensão desse fenômeno está em constante evolução, assim como as mudanças em relação as práticas relacionadas às pessoas com deficiência. Neste contexto, faz-se necessário debates sobre a deficiência como categoria de análise, tanto para a psicologia social quanto para subsidiar políticas públicas.

Palabras clave : Capacitismo; Direitos humanos; Inclusão; Opressão; Pessoas com deficiência.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons