SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número2Evidencia de validez de puntaje estratégico en la tarea de Fluencia Verbal infantilAdaptación y validación de la escala Automonitoramento para el portugués de Brasil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Avaliação Psicológica

versión impresa ISSN 1677-0471versión On-line ISSN 2175-3431

Resumen

MELO, Denise Mendonça de; BARBOSA, Altemir José Gonçalves  y  NERI, Anita Liberalesso. Miniexame do Estado Mental: evidências de validade baseadas na estrutura interna. Aval. psicol. [online]. 2017, vol.16, n.2, pp. 161-168. ISSN 1677-0471.  http://dx.doi.org/10.15689/AP.2017.1602.06.

Em razão da escassez de pesquisas que investigaram empiricamente a dimensionalidade do Miniexame do Estado Mental (MEEM), este estudo teve como objetivo obter evidências de validade com base na estrutura interna para essa medida por meio de análise de componentes principais (ACP) e de análise fatorial confirmatória (AFC). A amostra de 2.734 idosos da comunidade foi dividida aleatoriamente em dois grupos: ACP (n=1.361) e AFC (n=1.373). Na ACP, uma solução com cinco componentes - Habilidades Escolares, Orientação, Memória de Curto Prazo, Memória - Evocação e Memória - Reconhecimento - foi a mais adequada. Quatro modelos de estrutura interna foram testados com AFC, incluindo o formado na ACP. Três modelos com estrutura multidimensional de cinco fatores e um fator de segunda ordem apresentaram índices de ajuste satisfatórios, o que não ocorreu com o modelo unidimensional. Assim, o MEEM parece ser uma medida multidimensional, mas estudos adicionais são recomendados.

Palabras clave : envelhecimento; avaliação neuropsicológica; análise fatorial.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License