SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 issue2Family, labor and retirement: a review of the scientific production in the Brazilian scenarioContributions of the Systemic Theory about Parental Alienation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Contextos Clínicos

Print version ISSN 1983-3482

Abstract

BICCA, Amanda  and  GRZYBOWSKI, Luciana Suárez. Adoção tardia: percepções dos adotantes em relação aos períodos iniciais de adaptação. Contextos Clínic [online]. 2014, vol.7, n.2, pp. 155-167. ISSN 1983-3482.  http://dx.doi.org/10.4013/ctc.2014.72.04.

O período de adaptação, em uma adoção, traz algumas características próprias, que geram desafios para a família. Nas adoções de crianças com idade acima de dois anos, tal período pode se apresentar ainda mais complexo, sendo sua superação fundamental para o êxito da adoção. Dessa forma, foi realizado um estudo com três casais que realizaram adoção de crianças com mais de dois anos de idade, com o objetivo de conhecer sentimentos, percepções, dúvidas, anseios, dificuldades e alegrias vivenciadas nos primeiros tempos de convivência das famílias constituídas pela adoção. Nesses casos de adoção tardia, a análise das entrevistas com os casais revelou que muitos fatores contribuíram para o sucesso da adaptação inicial e da adoção como um todo, com destaque para as características dos adotantes e das crianças. Da parte da criança, mostrou-se positivo o fato de ela já saber de sua história de adoção e de ter consciência do rompimento com a família de origem. Em relação aos adotantes, os aspectos facilitadores foram a flexibilidade em relação às peculiaridades da adoção de crianças maiores e o respeito às suas características, sua capacidade de demonstrar afeto, a postura de naturalidade em relação à adoção, a inserção da criança nas atividades sociais da família e o apoio da família extensa. Não foram referidos pelos entrevistados fatores dificultadores da adaptação em si, mas os casais citaram a demora para a concretização da sentença de adoção como fator gerador de ansiedade. O estudo mostrou uma faceta positiva da adoção tardia, evidenciando o potencial de viabilidade e o êxito nessas situações.

Keywords : adoção tardia; família; adaptação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License