SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2The symbolical behind suicide attempt: a qualitative researchWork processes and mental health of mental health professionals: an integrative review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Contextos Clínicos

Print version ISSN 1983-3482

Abstract

ESPINDOLA, Amanda Valério; OLESIAK, Luísa da Rosa; NARDINO, Fernanda  and  QUINTANA, Alberto Manuel. Marcas identitárias do cuidado em fim de vida. Contextos Clínic [online]. 2020, vol.13, n.2, pp. 643-665. ISSN 1983-3482.  http://dx.doi.org/10.4013/ctc.2020.132.13.

Cuidados de fim de vida correspondem a ações assistenciais dirigidas às pessoas cujos prognósticos apontam para os últimos seis meses de vida. Os Serviços de Atenção Domiciliar possibilitam o retorno para o domicílio nesse período, a partir da presença de um cuidador na residência. Este artigo buscou compreender as repercussões do cuidado em fim de vida às trajetórias e identidades de familiares cuidadores. A investigação utilizou o método clínico-qualitativo. Foram entrevistados seis familiares cuidadores mediante o uso de entrevistas semidirigidas. A análise dos dados deu-se por meio da análise de conteúdo. Identificou-se que a exigência de um cuidado permanente àqueles em período final de vida promove câmbios identitários nos familiares cuidadores. Tais mudanças garantem aos familiares uma atribuição social, além de uma posição de poder em seus núcleos familiares.

Keywords : cuidados paliativos; cuidador familiar; fim de vida.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License