SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue3Reasons for maintaining the marital bond in the face of critical events in long-lived marriagesThe relationship between the use of online digital games and anxiety symptoms in children and adolescents author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Contextos Clínicos

Print version ISSN 1983-3482

Abstract

ROSA, Laura Canani da; PEDROTTI, Bruna Gabriella; MALLMANN, Manoela Yustas  and  FRIZZO, Giana Bitencourt. O Papel da coparentalidade e da rede de apoio materna no uso de mídias digitais por bebê. Contextos Clínic [online]. 2020, vol.13, n.3, pp. 786-806. ISSN 1983-3482.

Cuidar de um bebê é uma tarefa complexa e, em meio a tantas outras demandas, poder contar com a ajuda de uma rede de apoio pode ser essencial às mães e aos pais. Porém, estabelecer combinações com a rede de apoio sobre como esse cuidado será realizado pode ser um desafio, principalmente no que se refere ao uso de mídias digitais. O objetivo do presente estudo foi investigar os processos de coparentalidade e a configuração das redes de apoio das mães que utilizam mídias digitais na rotina com seus bebês e das que não o fazem, além de suas possíveis influências no acesso dos bebês às mídias digitais. Participaram deste estudo 15 mães de bebês que tinham entre 3 e 24 meses. Oito mães relataram que não ofereciam mídias digitais aos seus bebês e 7 o faziam. A partir de análise temática, identificou-se que os avós dos bebês tanto eram a principal rede de apoio das mães, quanto foram a principal fonte de exposição dos bebês às mídias digitais. Apesar de a rede de apoio ser considerada uma alternativa ao uso de mídias, esta se configura como outra fonte de acesso dos bebês a elas, mesmo sem o consenso familiar.

Keywords : maternidade; práticas parentais; telas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License